Constituição

  Esta associação visa :

1 / proteção, conscientização e melhoria do meio ambiente

2 / O desenvolvimento de uma economia social e solidária dinâmica

3 / Criação e gestão de uma fazenda agroecológica e  educativa.

As atividades

            Célula agroecológica:

  • Experimentar técnicas inovadoras de produção em agroecologia (agroflorestação, permacultura, etc.)
  • Produzir, processar e vender criações artesanais, produtos orgânicos e locais.
  • Participar voluntariamente na reabilitação do patrimônio rural,
  • Supervisionar oficinas educativas e oficinas participativas

             Célula de Eventos – Artesanato:

  • Valorização de resíduos e reciclagem criativa,
  • Organizar eventos, atividades artísticas e culturais que promovam assembleias cívicas, a recepção do público, a interação com o território, o mix social e intergeracional.
  • Coordenar os intercâmbios de solidariedade entre indivíduos, entre campo e cidade, a nível local, regional, nacional e europeu.

           CélulaPedagógica:

  • Promover a ecologia através de treinamento, atividades educacionais e eventos.
  • Favorecer o vínculo dos atores do território e dos cidadãos graças a uma estrutura de acolhimento de interesse coletivo.

           Célula de democracia participativa:

  • Através da experimentação e da escolha de ferramentas de decisão e comunicação, permitindo que todos encontrem seu lugar e sejam levados em consideração,
  • Através da aplicação de uma Carta que preserve os valores fundadores da associação

           Célula de construção ecológica:

  • Construir e renovar instalações, favorecendo a construção própria e locais de construção participativos, o uso de recursos locais, o uso de materiais ecológicos e energias renováveis,
  • Através de um paisagismo adaptado e integrado, destacando as qualidades ambientais do site gerenciado pela associação.

           Célula de bem-estar:

  • Através da organização de atividades e produções relacionadas ao bem-estar, alimentação e desenvolvimento pessoal.
  • Através da organização de conferências e cinema-debate sobre o tema da saúde.

Composição dos membros

              Membros de recursos (círculo 3)

São os simpatizantes locais, regionais, nacionais ou europeus que desejam ser mantidos informados e contribuir, pelo menos por sua contribuição, para a dinâmica associativa. Qualquer pessoa (física ou moral) que deseje tornar-se membro da associação aceita a aplicação dos presentes estatutos, bem como do Regulamento Interno e do seu Estatuto.

              Membros do parceiro (círculo 2)

Contribuem para a dinâmica ecológica e participam da vida econômica do local através de uma contribuição financeira, material, intelectual ou manual para a vida da associação. Como tal, podem ser residentes ou vizinhos da sede de Flor de Gaia e coordenar voluntários. Um membro do recurso se torna um membro do grupo a bordo do agradecimento após um período de avaliação determinado pelo regulamento interno. Desta vez permite a montagem e estruturação administrativa de seu projeto de atividade pessoal dentro da associação.

           Membros permanentes (círculo 1)

Eles são considerados responsáveis ​​por todos os membros da associação. Eles constituem o conselho de administração. Eles realizam as atividades necessárias para a evolução e a influência da associação. Produzir atividades econômicas favoráveis ​​a investimentos coletivos. Eles são moradores da sede da Flor de Gaia e investidores.

Para se tornar um membro permanente, deve-se: 1) ter uma atividade convergente com os valores fundadores e o projeto de desenvolvimento da associação. 2) ter cumprido o procedimento de estágio, cuja duração e prazos são fixados pelo regulamento interno, salvo decisão unânime e justificada do Conselho de Administração em renunciar a essa condição; 3) ser aprovado por unanimidade dos membros do Conselho de Administração.